Newsletter • Ano VII • Nº300




Solicitamos à todos os sócios que entrem em contato com a secretaría da Sinagoga, afim de atualizar ou completar os dados cadastrais.



B’sd

Mensagem da Parashá Aharê – Mot Kedoshim

Derrotando o inimigo da Rotina

No começo da Parashá Acharê-Mot, D´us instruiu Moshe para avisar seu irmão, Aharon, contra entrar no santuário mais secreto do Mishkan: “Fale a seu irmão Aharon, que ele não deve entrar na câmara sagrada, em nenhum momento.” (16:2). Somente no dia de Yom Kipur, que Aharon poderia entrar nessa câmara, como parte do serviço especial conduzido apenas neste dia.

A questão óbvia surge, por que D´us desencoraja - proíbe- Aharon de entrar na câmara sagrada, quando ele bem entendesse? Rashi explica esse versículo: “Devido ao fato que Minha Shechina (Divina Presença) é revelada ali, ele tem que garantir que não se acostume a entrar na câmara sagrada.” Em outras palavras, Aharon não pode entrar, porque lá é onde a Presença Divina é vista o tempo todo. Em um primeiro momento, isso parece muito difícil de entender. Se nessa câmara, é onde uma pessoa pode experimentar a Divina Presença, por que não visitar todos os dias? Se uma pessoa pode experimentar a Shechina ao seu máximo, por que não passar o máximo de tempo possível?

1. Rav Haim Shemuelevitz, Rosh Yeshiva de Mir Yeshiva em Israel, explicou que D´us não queria que Aharon se acostumasse com a experiência da Divina Presença, para não diminuir tal experiência. Se ele fosse lá todos os dias, deixaria de ser algo especial.

2. Quando os adultos colocam o Tefilin, é algo mecânico, mas quando um Bar-Mitzvá coloca o Tefilin, é com paixão, fervor. E isso se torna verdade com todas as Mitzvót. Quando realizamos Mitzvót com freqüência, elas se tornam mecânicas, sem emoção ou sentimento. Quando isso acontece, as Mitzvót se tornam algo incômodo, ao invés de uma oportunidade preciosa de se conectar com o seu Criador.

3. Como alguém pode derrotar o Yetser Hará (mau Instinto) e manter um senso constante de empolgação e zêlo na performance da Mitzvá? É contado que Gaon de Vilna (1720-1797) não conseguia dormir na noite após o Pessach, porque estava ansioso de acordar e colocar Tefilin pela primeira vez, após uma semana. Como uma pessoa pode manter laços sentimentais com algo que ele realiza todos os dias?

4. Uma pessoa tem que aprender. Um exemplo disso são as Berachót. Muitos de nós recitam as Berachót rápido demais, sem concentração ou sentimento. Muitas vezes, acabamos falando as palavras de forma errada. Um rápido lembrete das Halachot no Shulhan Aruch, sobre a forma correta de recitar as Berachót, irá lembrar cada pessoa da atenção e foco cada um precisa ter.

5. Através do estudo regular do Mussar E da Halachá, nós ficaremos sintonizados e harmonizados com o valor de cada Mitzvá que nós realizamos. Nós, então, poderemos observar a Torá com mais alegria e emoção.

Shabat Shalom!
Rabino Isaac Benzaquen




email avoda


Caros correligionarios,

Recentemente iniciamos uma coleta de fundos visando doar a quantia de 5.000,00 USD para a “Respiratory Research Unit” do Hospital Shaare Zedek, de Jerusalém. A referida unidade, chefiada pelo Prof. Gabriel Izbicki, é coordenada pelo nosso associado e querido amigo Dr. Abraham Bohadana.

Balanço até o dia 10/07/2015:

Ítem Valor
Numero de doadores 9
Soma coletada USD US$ 3,000.00
Saldo USD US$ 2,000.00

Todos que desejarem podem entregar suas contribuiçoes ao Rabino Benzaquen.

Obrigado antecipadamente,
Rabino Isaac Benzaquen

PS: A doação dará direito a uma placa de agradecimento a Sinagoga Shel Guemilut Hassadim a ser colocada em local apropriado no Hospital Shaare Zedek.




aniversario

ANIVERSÁRIOS HOMENS

Dom. 29-Abr. Daniel Benjó
Luiz Ambar
Salomon Sidney Bohadana
Seg. 30-Abr. Alberto Gabbay Canen
Carlos André Israel
Isaac Franco
Martins Luiz Neuhaus
Ter. 1-Mai. André Benzecry Serruya
David Mair Nigri
Qua. 2-Mai. Jacob Elias Maleh
Messod Ivan Levy
Roberto Benayon


ANIVERSÁRIOS MULHERES


Sáb. 28-Abr. Olinda Brada Bennesby
Dom. 29-Abr. Marcia Hanono
Seg. 30-Abr. Roberta Waisman Obadia
Ter. 1-Mai. Lilian Toledano
Qua. 2-Mai. Marcia Rachel Bensoussan
Qui. 3-Mai. Donna Benchimol
Jayne Serruya
Sex. 4-mai. Graça Bemerguy






ANIVERSÁRIOS DE CASAMENTO

Qui. 3-Mai. Graça e Rubens Bemerguy





box1 6cb8013506f5efe19c3ecf783aac0a09

NAHALOT HOMENS

Sáb. 28-Abr. Aarão Levy Bar Shaba
Eliezer Salgado Bar CetteIsaac Maurício Elarrat Bar Rivka Vital (Haim) Solon Bar Esther
Nissim Azulay (Joaquim)
Dom. 29-Abr. Levy Bar Rosa
Seg. 30-Abr. Levy Obadia Bar Clara
Raphael Levy
Salomão Elbaz Alves
Salomão Haim Elbaz
Ter. 1-Mai. Isaac Salomão Benoliel
Judah Israel, Rebe
Qua. 2-Mai. Efraim Bentes
Fortunato Benzecry Ben Yousef
Isaac J. Zagury
Leon Nahon Bar Johar
Qui. 3-Mai. Amram Amar Bar Fortuna
Moisés Sabbá Bar Amélia
Sex. 4-mai. Isaac Maurício Elarrat Bar Rivka
Vital (Haim) Solon Bar Esther


NAHALOT MULHERES



Sáb. 28-Abr. Nelly Cohen Roffé
Shaba Levy
Dom. 29-Abr. Fortuna Elgraby Assayag
Seg. 30-Abr. Julia Farache
Lola Danan Bat Sara
Ter. 1-Mar. Esther Abecassis Benchimol
Rachel Neuman Strosberg
Shoshana Ferman Bat Zipora
Qua. 2-Mai. Judith Dray Benemond
Regina Abenhaim
Sex. 4-Mai. Rachel Sabbá Geraldes Bat Messody
Stela Israel Bar Yakuta





Ninguém pode amar o que não conhece. Uma pessoa não pode fazer ou entender o que nunca aprendeu.
Um Judeu é ordenado a estudar Torá de dia e de noite e ensiná-la a seus filhos. Se quisermos que nossa família permaneça Judia e que nossos filhos se casem dentro da comunidade, então devemos integrar um programa de estudo de Torá em nossas vidas e implementar estes ensinamentos em nosso lar e em nós mesmos.


Se quiser receber a nossa newsletter, inscreva-se aqui
.

Se não quiser mais receber
a nossa newsletter,
cancele sua inscrição aqui
.

 

Nossa newsletter já foi acessada
vezes

© U.I.S.G.H. 2017